Dicas para conseguir emprego para jovem aprendiz

Os estudantes de até 24 anos têm possibilidade extra para entrar no mercado de trabalho: é a contratação na modalidade jovem aprendiz. Ela é regida pela Lei da Aprendizagem, que precisa ser seguida por todas as empresas, ou seja, dá para ser aprendiz remunerado em qualquer segmento.

Para ser contratado nessa modalidade, a pessoa tem de ser aluna da educação básica, o que significa estar no ensino fundamental ou médio, inclusive em instituições privadas. A idade necessária para ser jovem aprendiz é entre os 14 e os 24 anos, com a ressalva de que alguns conhecimentos serão muito bem-vindos (ainda que não exigidos), como os de Informática básica.

Como é o trabalho

O intuito é que o jovem não apenas tenha uma pequena renda, mas que ele se forme em uma profissão. É por causa disso que as empresas têm parcerias com vários centros profissionalizantes, como o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

Os jovens aprendizes têm uma determinada carga horária de curso e também uma carga de trabalho para que eles apliquem os seus novos conhecimentos. Tudo isso levando em conta a educação básica, que ainda estará sendo completada. O horário de trabalho e de curso é sempre o inverso do horário da escola.

Dicas para ser jovem aprendiz

 

  • Procurar pelas empresas de maior porte: elas têm mais vagas para jovens aprendizes. É necessário ir ao site de cada uma e, em “Carreira” ou em “Trabalhe Conosco”, consultar se há inscrição especificamente para aprendiz;
  • Contatar a empresa por outros canais de atendimento para perguntar sobre essas contratações também é importante;
  • Incluir no currículo qualquer trabalho voluntário ou participação em projetos, tanto artísticos quanto sociais, etc.;
  • Incluir cursos que sejam relevantes para a empresa, como de Inglês ou de Informática;
  • Deixar claro qual é o horário da escola para que a eventual empregadora possa encaixar esse jovem aprendiz no turno oposto;
  • Ficar atento ao Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), pois ele é um dos principais divulgadores de programas para jovens aprendizes: https://portal.ciee.org.br/.


Deixe um Comentário: